30 Mar Alimentação vegetariana equilibrada

 Imagem

Uma alimentação vegetariana equilibrada é saudável e pode prevenir e tratar doenças, diz a Associação Dietética Americana.

A Associação Dietética Americana (American Dietetic Association) publicou um artigo actualizado sobre as dietas vegetarianas que conclui que tais dietas, se bem planeadas, são saudáveis e nutritivas para adultos, bebés, crianças e adolescentes e podem prevenir e tratar doenças crónicas incluindo doenças coronárias, cancro, obesidade e diabetes. A posição da ADA, publicada na edição de Julho de 2009 da Revista da Associação Dietética Americana, representa a posição oficial da Associação sobre a alimentação vegetariana:

A Associação Dietética Americana defende que as dietas vegetarianas bem planeadas, incluindo as dietas vegetarianas totais ou veganas, são saudáveis, nutricionalmente adequadas e podem trazer benefícios para a saúde na prevenção e tratamento de determinadas doenças. Dietas vegetarianas bem planeadas são apropriadas para indivíduos em qualquer fase da sua vida, incluindo gravidez, aleitamento, primeira infância, infância e adolescência e também para atletas.


A posição da ADA e o artigo que a acompanha foram escritos por Winston Craig, PhD, MPH, RD, professor universitário e presidente do departamento de nutrição e saúde da Andrews University (Universidade de Andrews); e Reed Mangels, PhD, RD, conselheiro de nutrição do Grupo de Recursos Vegetarianos, (Vegetarian Resource Group) em Baltimore, Md.

O artigo revisto inclui novos tópicos e informações adicionais sobre nutrientes essenciais para vegetarianos, dietas vegetarianas no ciclo da vida e o uso de dietas vegetarianas na prevenção e tratamento de doenças crónicas. “Dietas vegetarianas são apropriadas em qualquer fase do ciclo da vida”, de acordo com a posição da ADA.

“Há muitas razões para o interesse crescente pela alimentação vegetariana. Espera-se um aumento do número de vegetarianos nos Estados Unidos na próxima década.”

A alimentação vegetariana está muitas vezes associada a benefícios para a saúde, incluindo níveis de colesterol mais baixos, menor risco de doenças coronárias, menor pressão arterial e menor risco de hipertensão e de diabetes do tipo 2, segundo a posição da ADA. “Os vegetarianos tendem a ter um índice de massa corporal (IMC) mais baixo e taxas menores de cancro em geral.
As dietas vegetarianas costumam ser pobres em gorduras saturadas e colesterol e ter níveis mais altos de fibras alimentares, magnésio e potássio, vitaminas C e E, folatos, carotenóides, flavonóides e outros fitoquímicos.
Estas diferenças nutricionais podem explicar algumas das vantagens daqueles que seguem uma alimentação vegetariana variada e equilibrada.”

O artigo retira as suas conclusões do processo de análise de evidências da ADA e das informações da Biblioteca de Análises de Evidências da ADA, a fim de mostrar que a alimentação vegetariana pode ser nutricionalmente adequada durante a gravidez e tem resultados positivos tanto para a saúde da mãe como para a do filho.

Além disso, uma análise crítica baseada em evidências mostrou que a alimentação vegetariana está associada a um menor risco de morte por doença cardíaca isquémica.

A secção do artigo da ADA sobre dietas vegetarianas e o cancro foi significativamente aumentada a fim de fornecer detalhes sobre os factores protectores de cancro da alimentação vegetariana. A secção aumentada sobre a osteoporose inclui o papel das frutas, legumes, produtos à base de soja, proteínas, cálcio, vitaminas D e K e potássio na saúde dos ossos. “Os médicos nutricionistas podem fornecer informações sobre nutrientes essenciais, modificar dietas vegetarianas para adequá-las às necessidades das pessoas com restrições alimentares devidas a doenças ou alergias, e dar orientações a fim de ir ao encontro das necessidades dos seus pacientes nas diversas fases do seu ciclo de vida.”, dizem os autores.

A Associação Dietética Americana é a maior organização de profissionais da alimentação e nutrição a nível mundial. A ADA compromete-se em melhorar a saúde de todos e a contribuir para o avanço dos profissionais de nutrição, através da pesquisa, ensino e apoio.

Leia o comunicado completo original (em inglês) aqui.

Sem comentários
  • Livros e pdf
    Criado às 12:00h, 20 Maio Responder

    A Associação Dietética Americana é a maior organização de profissionais da alimentação e nutrição a nível mundial.

Comenta

%d bloggers like this: