fbpx

5 Formas de Reduzir a Pegada Ecológica: Um Guia Prático

Vivemos uma atualidade de grandes preocupações ambientais e de uma vontade cada vez maior de proteger a Natureza e tudo o que ela abriga. É fundamental abrir a porta à conversa sobre a importância das nossas ações individuais, do que elas significam para o ambiente e do que podemos melhorar de forma a protegê-lo.
5 Formas de Reduzir a Pegada Ecologica Um Guia Prático

Partilha este artigo:

A presença de cada um de nós na Terra tem um impacto ambiental sobre ela. As nossas escolhas e ações do quotidiano, mesmo as mais pequenas, são de grande importância a nível da capacidade do planeta de nos sustentar, e da pegada que nele deixamos.

A pegada ecológica surge como uma importante forma de medir certas componentes do impacto dos indivíduos no planeta Terra ao longo da sua vida. Através desta medição é possível identificar, de forma aproximada, a quantidade de recursos naturais necessários para sustentar um determinado estilo de vida – sendo possível realizar este cálculo a outros níveis, como relativamente a serviços, ou mesmo a produtos.

A importância da pegada ecológica passa pela possibilidade de perceber, de forma concreta, como podemos melhorar a nossa relação pessoal com o meio ambiente. A atividade humana é responsável por grandes pressões sobre o planeta Terra, e é nossa responsabilidade compreender como reduzi-las.

Assim, apresentamos de seguida as cinco melhores formas de reduzires a tua pegada ecológica.

1.Espaços urbanos amigos do ambiente

O crescimento populacional a que assistimos, e que está previsto continuar a aumentar, leva a um consequente aumento das áreas urbanas e das pressões que estas exercem no meio ambiente.

As decisões que tomamos no nosso quotidiano citadino podem ter um grande impacto positivo na redução da pegada ecológica.

Assim, é importante identificar os momentos e situações em que podemos fazer a diferença:

1. Procurar deslocar-se a pé ou de bicicleta sempre que possível. Alternativamente, utilizar transportes públicos. Havendo necessidade de utilizar uma viatura privada:

  • Considerar a compra de um veículo em segunda mão;
  • Procurar conduzir um veículo que se adequa às necessidades, com melhor eficiência energética;
  • Realizar manutenções frequentes, para evitar emissões e gastos de combustível desnecessários.

2. Pressionar os poderes administrativos no sentido de melhorar o planeamento das cidades:

  • Desenvolver melhores redes de transportes públicos;
  • Construir edifícios mais eficientes a nível energético, utilizando materiais de menor impacto ambiental;
  • Promover os espaços verdes urbanos.
outdoor portrait attractive young brunette hat bicycle

2.Energia: Redução e Eficiência

O consumo de energia é uma das principais fontes de emissão de gases de efeito de estufa, e um dos grandes contribuidores para o tamanho da pegada ecológica de cada um.

No entanto, existem muitas e diversas formas de melhorar a nossa eficiência energética e reduzir as pressões ambientais deste sector:

  • Desligar os aparelhos eletrónicos na tomada, quando não estiverem a ser utilizados.
  • Aproveitar a luz natural sempre que possível e utilizar lâmpadas mais eficientes a nível energético (LED ou fluorescente compacta) como fontes de luz artificial.
  • Garantir um bom isolamento da habitação de forma a melhor controlar a temperatura, reduzindo a necessidade de gastar energia com aquecedores e ar-condicionado.
  • Utilizar roupa adequada à estação, “poupando” o uso excessivo de sistemas de aquecimento e arrefecimento.
  • Procurar eletrodomésticos com a melhor etiqueta de eficiência energética possível e utilizar os programas ecológicos dos mesmos.
  • Verificar regularmente o estado das borrachas isoladoras do forno e do frigorífico para evitar perdas de temperatura e, consequentemente, uso excessivo de energia.
  • Mobilar a casa com objetos e mobília em segunda mão, de forma a “cortar” os custos energéticos e de recursos naturais da construção de produtos novos.
image 1
Imagem retirada da Ficha informativa sobre a nova Etiqueta Energética, atualizada em 2021. Fonte: Deco.proteste.pt

3.Alimentação Mais Verde (literalmente)

Por vezes esquecidos, os hábitos alimentares têm um grande impacto no meio-ambiente.

As decisões que tomamos em relação à comida podem – e fazem – realmente a diferença:

  • Substituir ao máximo os alimentos de origem animal por alternativas vegetais possibilita uma grande poupança de recursos naturais.
  • Procurar alimentos da época e de produção local.
  • Acabar com o desperdício alimentar, através do melhor planeamento de refeições e do aproveitamento dos restos de comida.
  • Colaborar com projetos de redução do desperdício alimentar (em Portugal: Refood, Too Good To Go, Good After, Phenix).
basket filled healthy food

4.O Fim dos Resíduos

Uma das maiores preocupações atuais a nível ambiental é o excesso de resíduos que produzimos. O que fazer com eles?

A reciclagem é uma boa opção – sempre que possível – no entanto, o ideal é encontrar a raiz do problema. Ou seja, reduzir ao máximo a nossa produção de lixo:

1. Evitar a compra de produtos (objetos, vestuário, acessórios) desnecessários, e recorrer à compra em segunda mão sempre que possível.

2. No supermercado:

  • Utilizar alternativas aos sacos de plástico, como: sacos velhos reutilizáveis, mochilas, trolleys de compras, etc;
  • Evitar produtos com embalamento excessivo ou preferir a compra a granel:
  • Procurar produtos com selos de sustentabilidade certificados;
  • Planear a lista de compras previamente, de acordo com as necessidades, de forma a não haver desperdício de comida.

3. Plantar uma horta em casa (jardins, terraços, varandas) permite evitar o impacto ambiental negativo do processo de tratamento, embalamento e transporte da comida;

4. Reparar em vez de substituir sempre que possível;

5. Descartar os resíduos da forma correta e nos locais certos.

5.Consumo de Água Consciente

A água é um dos temas relacionados com o ambiente do qual há mais tempo ouvimos falar. E não é sem razão.

Nunca é demais relembrar a importância da água, a sua escassez, e o que podemos fazer para contribuir para a sua preservação:

1. Na casa de banho:

  • Tomar duches rápidos;
  • Recolher e utilizar a água gasta no aquecimento do duche para regar as plantas ou lavar o chão;
  • Instalar um sistema de poupança de água na sanita;
  • Utilizar reguladores de caudal nas torneiras e chuveiro;
  • Lavar os dentes com um copo de água apenas.

2. Na cozinha:

  • Ligar as máquinas da roupa e da loiça apenas quando estiverem realmente cheias;
  • Utilizar a água de cozedura de legumes para cozinhar massa (e vice-versa), fazer sopas ou caldos;
  • Optar por beber água da torneira em vez de engarrafada, sempre que possível.

3. Regar as plantas de manhã cedo ou ao fim do dia, para diminuir as perdas de água por evaporação.

4. Realizar a manutenção de canos danificados e de fugas de água, regularmente.

5. Utilizar produtos de limpeza da casa ecológicos (por exemplo, da marca EcoX, que oferece desconto especial aos sócios AVP).

EcoX Destaque KitsLimpeza
Existem já vários detergentes ecológicos disponíveis no mercado. Entre eles, está a marca EcoX, que oferece desconto especial aos sócios AVP!

Está nas mãos de cada um de nós atenuar ao máximo o impacto que o nosso estilo de vida tem no planeta Terra. É sempre possível encontrar formas de tornar o nosso quotidiano mais verde e sustentável. A informação já a temos, agora é só começar!

Desafiamos-te a calculares a tua pegada ecológica! Basta entrares na página do Footprint Calculator e iniciares o teste. Experimenta realizar o cálculo todos os meses, e desafia-te a melhorar um pouco a tua pegada a cada mês que passa!

O ambiente agradece!

Este artigo foi útil?

Considera fazer
um donativo

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Com um donativo, estarás a ajudar-nos a a criar mais conteúdos como este e a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana.

Considera
tornar-te sócio

Ao tornares-te sócio da AVP, estás a apoiar a nossa missão de criar um mundo melhor para todos enquanto usufruis de inúmeros benefícios!

Queres receber todas as novidades?

Subscreve a newsletter AVP

Mais lidos

Subscreve

a Newsletter

Não percas um grão do que se passa!