Moda ética e sustentável: 5 marcas portuguesas que tens de conhecer

É possível estar na moda utilizando sapatilhas feitas de plástico retirado dos oceanos? Ficar elegante com sapatos feitos sem recurso à exploração animal? Sentir-se confortável e bonito vestindo roupa ecológica? Claro que sim!

Todos nós, enquanto consumidores, estamos cada vez mais conscientes das nossas escolhas. Tal como nós, também as indústrias começam a estar atentas e há cada vez mais marcas sustentáveis, preocupadas com o bem estar animal e em dignificar o trabalho humano.

Assim, todos temos de concordar que estar na moda e ter um look de fazer cair o queixo já não implica necessariamente comprar e utilizar marcas que não respeitem o ambiente ou que recorram a exploração animal ou humana.

A Associação Vegetariana Portuguesa foi conhecer melhor cinco marcas portuguesas que partilham desta missão e valores e que achamos que vocês vão querer conhecer.

NAE

A NAE, cuja sigla significa No Animal Exploitation (Sem Exploração Animal), é uma marca de calçado vegan que nos dá uma alternativa justa e animal-friendly que respeita o meio ambiente e é contra a exploração humana e animal. Utilizam apenas materiais naturais e ecológicos tais como: algodão orgânico livre de corantes e produtos tóxicos, folha de ananás que produz uma fibra de nome Piñatex que é resistente à água e é quente, sendo assim perfeita para a confecção de calçado de Inverno, garrafas de plástico recicladas, pneus reciclados, microfibras ecológicas, cortiça extraída de forma a não prejudicar o desenvolvimento natural da árvore e foram ainda a primeira marca do mundo a utilizar airbag reciclado, material que garante aos modelos NAE maior resistência ao sol, frio e chuva.

Propõe-se a oferecer uma alternativa ética para quem procura calçado português moderno e de qualidade e apela ao consumo consciente, descartando assim o consumo rápido e excessivo.

A NAE é moda feita com compaixão, diz-nos para “Take a Walk on the Ethical Side” e nós gostamos dela assim.

Nota: os associados da AVP têm 10% de desconto na loja online da NAE.

WATCH THE FRØG

A marca WATCH THE FRØG acabou de chegar ao mercado e criou a nova geração de roupa desportiva. Assume-se como “mais do que uma marca. Uma causa.” e é “powered by nature”. Feita a partir de fibras sustentáveis, livre de sofrimento animal e utilizando tecnologia de vanguarda, foi desenhada para garantir o máximo conforto e desempenho dos atletas.

A  marca quer mudar a forma como a indústria vê a roupa desportiva, recorrendo à utilização de fibras naturais, isentas de produtos animais e a mão de obra de empresas exclusivamente portuguesas certificadas e livres de exploração humana. No sentido de valorizar e respeitar o trabalho por detrás de cada peça, todas as peças envergam a assinatura da pessoa que a costurou. A marca considera que “mais do que saber onde foram feitas, é importante saber quem as fez.”

A embalagem utilizada para o envio das encomendas é 100% feita de materiais reciclados. De maneira a promover a reutilização, A WATCH THE FRØG, em parceria com a REPACK,  propõe ao cliente que, de forma gratuita, devolva a embalagem pelo correio e que com este retorno ganhe um voucher de 10% ou 10 euros de desconto numa compra futura em qualquer loja parceira da REPACK. Assim todos ficamos a ganhar!

ZOURI

A ZOURI é uma marca de calçado vegan e ecológico cuja missão é tornar os nossos oceanos novamente livres de plástico e claro, tornar o nosso look mais “limpo” e sustentável. Todos os modelos são feitos com o plástico recolhido na costa portuguesa que é posteriormente misturado com outros materiais ecológicos e sustentáveis como: folha de ananás, borracha natural e algodão orgânico. Cada ZOURI reutiliza cerca de seis garrafas de plástico e são todos produzidos à mão numa fábrica em Guimarães, livres de produtos animais e de exploração humana.

Ao comprarem na ZOURI, vão reparar que juntamente com a vossa encomenda, irão receber uma carta com todos os materiais utilizados no vosso modelo, as quantidades utilizadas desses mesmos materiais e o nome das pessoas que o fizeram.

A ZOURI, em parceira com ONG’s e escolas, só no último ano recolheu uma tonelada de plástico das costas portuguesas. Aplausos e mais aplausos!

BALLÜTA

A palavra BALLÜTA é a origem arcaica da palavra portuguesa bolota. O seu significado representa a crença desta marca de calçado em práticas responsáveis. A bolota é o fruto do sobreiro, uma árvore que, para a marca, é uma inspiração e o exemplo perfeito de sustentabilidade por produzir continuamente um material natural, a cortiça. A missão da BALLÜTA é criar calçado luxuoso e bonito sem abdicar do respeito pelo bem estar animal, humano e a protecção da biodiversidade. Exclui todos os materiais de origem animal e utiliza apenas as melhores matérias primas ecológicas, naturais e artificiais disponíveis, nunca descurando a sustentabilidade.

Para garantir a, não menos importante, sustentabilidade social, a marca trabalha com uma empresa portuguesa de gestão familiar em São João da Madeira e garante que todos os trabalhadores trabalham de forma segura e digna. Todos os anos a BALLÜTA lança novas coleções de modelos inspiradores, artísticos e conscientes.

HEMPACT ORGANIC CLOTHES

A HEMPACT ORGANIC CLOTHES é uma marca de vestuário centrada na sustentabilidade e no consumo consciente que apela ao consumo consciente. Produzem peças confortáveis feitas com fibras naturais como o cânhamo ou o algodão orgânico e utilizam também plástico reciclado e corozo, material que tem uma consistência dura idêntica à resina e que é utilizado na elaboração dos botões. Estes materiais são cultivados de forma orgânica e de maneira a economizar água e recursos naturais. A marca investiu também em processos de tingimento ecológicos, livres de químicos e recorre à utilização de corantes naturais.

A HEMPACT ORGANIC CLOTHES aposta no conceito de “slow-fashion” criando peças duradouras e intemporais, contrariando assim a mentalidade da moda tradicional que impõe uma sazonalidade e várias tendências.

Bio

Catarina Mamede
Catarina Mamede
Apaixonada por cinema, cozinha, livros e fotografia. É vegetariana, defensora dos direitos dos animais e tem dois sonhos: comprar uma quinta e transformá-la num santuário para animais e viajar para todas as grandes cidades do mundo. É mãe de um menino e escrava de duas gatas.
No Comments

Post A Comment