fbpx

Dia Mundial da Água: pequenas ações para reduzir a nossa pegada hídrica

Desde 1993 que o mundo celebra anualmente, a 22 de março, o Dia Mundial da Água. Esta iniciativa foi criada pelas Nações Unidas com o intuito de aumentar a consciência sobre a importância da água e os efeitos da sua escassez que se fazem sentir em muitas partes do globo. A água é um dos nossos bens mais preciosos – sem ela não poderíamos existir. É a força motriz da Natureza que conecta todos os aspectos da vida. Celebrar a água é celebrar a vida!

Um recurso em falta em muitas partes do mundo

A falta de água é um dos desafios mais urgentes que enfrentamos no século XXI. Embora nas últimas décadas se tenha verificado, em alguns países, um progresso substancial no aumento do acesso à água potável e ao saneamento, ainda existem cerca de 2 mil milhões de pessoas – principalmente nas áreas rurais – que carecem desses serviços básicos tão necessários para a saúde e o bem-estar humano. 

Em todo o mundo, uma em cada três pessoas não tem acesso a água potável. Duas em cada cinco pessoas não têm um lavatório básico com água e sabão, e mais de 673 milhões de pessoas ainda praticam a defecação a céu aberto. A pandemia COVID-19 veio demonstrar a importância crítica do saneamento, da higiene e do acesso adequado a água potável para prevenir e conter doenças. Dispor de água limpa para nos lavarmos pode ajudar a salvar muitas vidas.

O crescente desenvolvimento económico a nível mundial e uma população global que não pára de aumentar significam um consumo de água acrescido nos sectores da agricultura e da indústria. Também no sector da energia, o uso intensivo da água tem vindo a amplificar-se para atender à crescente demanda da população humana. A tudo isto vem adicionar-se mudanças climáticas, que tornam inconstantes as quantidades de água disponíveis e que contribuem grandemente para poluição da mesma. E são muitas as populações que não são tidas em conta na hora de equilibrar o acesso aos recursos hídricos do planeta. 

Imagem do iOS 1

Portugal, um dos países mais vulneráveis à escassez de água na Europa

Na Europa, são os países do sul que se encontram mais vulneráveis às alterações climáticas, e em Portugal, os efeitos já se fazem sentir principalmente com o aumento das temperaturas tanto no verão como no inverno. Até ao fim do século, Lisboa poderá contar com menos 35 dias de precipitação por ano e algumas zonas do país poderão tornar-se desérticas. As ondas de calor têm tendência a ser cada vez mais severas e as secas mais intensas e frequentes.

Com secas cada vez mais habituais, é importante trabalhar numa estratégia a longo prazo para aumentar o abastecimento e reduzir o consumo de água. Mas aumentar o abastecimento não é algo que se consiga facilmente. Uma opção é a dessalinização que transforma a água do mar em água doce, mas esta tem custos elevados. Outra possibilidade é a transferência de água de zonas com água abundante para regiões mais secas. O tratamento e a reutilização de águas residuais na irrigação de terrenos e jardins é uma via que começa também a ser explorada. 

Estes sistemas a grande escala serão certamente imprescindíveis, mas outra maneira de garantir a segurança do abastecimento de água em Portugal passa igualmente pela redução do consumo da mesma. E a boa notícia é que todos nós podemos contribuir para esta solução utilizando menos água em casa, no nosso dia-a-dia.

Pequenas ações que podemos implementar para reduzir o consumo de água

Em Portugal, são utilizados diariamente cerca de 187 litros de água por pessoa, para atividades de rotina como tomar banho, cozinhar, limpar a casa ou lavar a roupa. Segundo as Nações Unidas, um ser humano precisa de 110 litros de água por dia, o que significa que os nossos consumos de água atuais são bastante exagerados para as nossas necessidades reais. Fazer um uso inteligente e responsável da água não é apenas uma questão climatérica, é acima de tudo, uma questão de cidadania.

Imagem do iOS 2

Sabias que…

  • … durante um duche de quinze minutos com torneira sempre aberta gastam-se aproximadamente 180 litros de água?
  • … as torneiras comuns utilizam 12 litros de água por minuto?
  • … em cada descarga de autoclismo se gasta 15 litros de água? 
  • … ao lavares o carro com mangueira podes chegar a gastar 500 litros de água?
  • lavar as mãos ou os dentes com a torneira aberta pode chegar aos 14 litros de água?

Ainda duvidas que pequenos gestos do dia-a-dia podem realmente fazer a diferença? Fechar as torneiras de cada vez que escovamos os dentes, nos barbeamos e lavamos pode poupar uma enorme quantidade de água. Diminuir o tempo de duche de quinze para cinco minutos reduzirá o consumo de água de 180 para 60 litros. Ao lavares o carro com balde e esponja em vez de mangueira precisarás de uma quantidade de água dez vezes menor. 

Colocar uma garrafa de água dentro do depósito de água do autoclismo, pode diminuir de 15 para 8,5 litros a quantidade de água necessária de cada vez que se usa uma sanita. Colocar um balde debaixo da torneira enquanto esperas que a água do banho aqueça, permite-te economizar até 8 litros de água que poderás usar para regar as plantas. São pequenos gestos, que efetuados por cada um de nós, todos os dias, podem trazer grandes mudanças positivas no que diz respeito ao consumo de água global.

Imagem do iOS

De que maneira adotar uma dieta vegetariana influencia positivamente o consumo de água no mundo?

Para além de todas estas pequenas ações que mencionámos e que podes aplicar facilmente no teu dia-a-dia, existe uma mudança de estilo de vida que pode ajudar a reduzir drasticamente o consumo de água a nível mundial: dizer não ao consumo de carne e optar por uma alimentação de base vegetal

A agricultura (animal e vegetal) é responsável por cerca de 70% do consumo de água mundial, sendo que ⅓ dessa água é utilizada para a criação de animais e para a produção de comida para alimentar esses animais. Sabias que para produzir 1kg de bife são necessários 16,000 litros de água? E que podes reduzir a tua pegada hídrica em mais de 50% simplesmente excluindo a carne da tua alimentação? 

Segundo um relatório das Nações Unidas publicado em 2019, a escolha mais imediata que podemos fazer de maneira a reduzirmos o nosso impacto negativo a nível ambiental é apostarmos numa dieta à base de plantas. Felizmente, é cada vez mais fácil fazê-lo. São cada vez mais acessíveis no mercado as alternativas vegetais à carne, como é o caso dos hambúrgueres vegetais, cuja produção requer, por exemplo, entre 75-99% menos água do que a dos hambúrgueres de carne animal.

“Valorizar a Água” – o tema escolhido para o Dia Mundial da Água em 2021

A cada ano, a ONU escolhe um tema diferente para celebrar o Dia Mundial da Água. Este ano, o tema escolhido é “Valorizar a Água” (Valuing Water). O objetivo é criar um entendimento mais abrangente de como a água é valorizada por diferentes pessoas em diferentes contextos, para que possamos aprender a melhor preservar este recurso precioso para todos. 

Valorizar a água passa não apenas por valorizar as fontes de água – os recursos hídricos naturais dos ecossistemas terrestres – mas também por valorizar as infraestruturas e os serviços de água que nos permitem consumi-la e usá-la. Valorizar a água é entender também o papel fundamental que ela desempenha no desenvolvimento socioeconómico e sociocultural das populações do mundo inteiro. 

No Dia Mundial da Água, a organização World Water Day, convida-nos a celebrarmos este recurso tão imprescindível à vida através da partilha de histórias, pensamentos e sentimentos. Na página oficial do evento encontrarás posters, imagens e muitas outras informações que poderás partilhar com os teus amigos através das redes sociais, de maneira a participar ativamente nesta campanha de conscientização sobre este recurso tão precioso nas nossas vidas. Porque esta é sem dúvida, uma causa de tod@s.

Feliz Dia Mundial da Água!

Ilustrações por Mónica Milheiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Este artigo foi útil?

Considera fazer um pequeno donativo!

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Ao fazeres um donativo, estarás a ajudar-nos a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana. Muito obrigado!       

Outros artigos