Palitana, na Índia, é a primeira “Cidade Vegetariana” do mundo

Palitana, em Gujarat, na Índia foi apelidada de primeira “Cidade Vegetariana” do mundo após o seu governo proibir o abate de animais em 2014.

A proibição seguiu-se aos protestos de cerca de 200 monges jaínistas que entraram em greve de fome para mostrar que preferiam a sua própria morte a permitir o massacre e consumo contínuo de animais.

 

Religião

Há cerca de quarto a cinco milhões de pessoas na Índia que seguem a religião jaínista e que se opõem directamente à crueldade contra os animais.

O jaínismo, tradicionalmente conhecido como Jain Dharma, acredita que animais e plantas, assim como seres humanos têm almas vivas. Portanto os jaínistas seguem uma dieta estritamente vegetariana.

“Cada uma dessas almas é considerada de igual valor e deve ser tratada com respeito e compaixão. A essência do jainismo é a preocupação pelo bem-estar de todos os seres vivos e pela saúde do próprio universo”, afirma o site da BBC.

 

O Direito à Vida

De acordo com a “Mercy for Animals”, Virat Sagar Maharaj, um praticante monge jaínista disse: “Todos neste mundo, sejam animais, seres humanos ou uma criatura muito pequena, receberam o direito de viver por Deus.”

Contudo, a cidade não é vegan, uma vez que o consumo de leite ainda é legal.

 

Artigo original:https://www.plantbasednews.org/post/palitana-worlds-first-vegetarian-city

Bio

AVP
AVP
Últimas publicações
LÊ TAMBÉM!
Como o veganismo passou de um estilo de vida de uma minoria a uma indústria multimilionária.
Sem nenhum comentário

Publicar comentário