Elon musk quer colónia unicamente vegetariana em marte

Elon Musk quer colónia unicamente vegetariana em Marte

Elon Musk, o co-fundador bilionário do Paypal, Tesla, e SpaceX, quer uma colónia em Marte para 80,000 pessoas. No entanto, têm todas de ser vegetarianas.

Presumidamente, seria mais fácil criar uma colónia de vegetarianos em Marte, pois assim só seria necessário cultivar vegetais, isto é o que Musk planeia.

Considerado um dos mais respeitados empreendedores espaciais privados, o sul-africano Musk estava encarregue de criar o SpaceX, a empresa de transporte espacial a produzir o foguetão Falcon 9, usado para entregar carregamentos da Nasa à Estação Espacial Internacional.

Ele está agora a fixar a sua visão numa cidade em Marte, com 80,000 habitantes vegetarianos. Enquanto isto poderá soar rebuscado, cientistas preveem que colónias humanas poderão acontecer em Marte e em qualquer lado no espaço num futuro bastante próximo. Eric Anderson, presidente da Space Adventures, diz que a tecnologia já quase atingiu um nível em que turistas podem ser enviados para o espaço.

Ele disse em Outubro, “Não tenho dúvida absolutamente nenhuma na minha mente que existirá um hotel espacial nos próximos dez anos, a orbitar a Terra.”

Musk quer apenas levar esses planos mais além e construir uma cidade em Marte, usando tecnologia sustentável. Ele planeia enviar pessoas ao espaço num “grande foguetão reutilizável alimentado a oxigénio líquido e metano.” No entanto, quando diz sustentável, também se refere às dietas dos habitantes, e isso significa vegetarianismo, ou mais precisamente veganismo, ou seja, sem nenhuns produtos de origem animal.

Musk planeia que as pessoas poderão viajar até à colónia no planeta vermelho a um custo de 500,000$. “O preço do bilhete tem de ser baixo o suficiente para que bastantes pessoas em países desenvolvidos nos seus 40s ou assim, possam juntar dinheiro suficiente para fazer a viagem,” disse Musk.

Musk acrescentou também que os primeiros aventureiros a ir a Marte necessitariam de máquinas para produzir oxigénio, metano e fertilizante a partir da atmosfera do planeta vermelho e teriam acesso a água congelada debaixo do solo, assim como a materiais de construção para cúpulas transparentes nas quais cultivar plantações da Terra para alimentação.

Relativamente a se 80,000 habitantes seriam muitas pessoas para enviar para Marte, Musk diz que reduzir esse tamanho faria com que o agregado cultural e genético fosse demasiado pequeno, e que o risco de guerra civil seria grande. “Em Marte podemos começar uma civilização auto-sustentável e aumentá-la para algo bastante grande,” disse Musk.

Examinando mais o tema do vegetarianismo revela notícias da PETA a insistir nisso há algum tempo atrás. Aparentemente o grupo escreveu uma carta a Musk dizendo: “Podemos começar com o pé direito na nossa nova biosfera ao assegurar que naves espaciais da SpaceX em viagem para Marte estejam abastecidas apenas com comida vegan e que colonizadores de Marte se comprometam a uma alimentação sem produtos de origem animal aquando da sua chegada.”

De acordo com o Space.com, Musk disse, “Sou um grande fã da livre escolha para qualquer colónia de Marte futura. Dito isto, é provável que novas colónias marcianas teriam uma dieta maioritariamente vegetariana, devido à energia e espaço necessários para criar animais de quinta,”

A presidente da PETA, Ingrid E. Newkirk disse numa declaração, “Se a visão de Elon Musk de uma colónia em Marte se tornar real, a última coisa de que essas pessoas necessitarão será a doença e destruição que resulta de comer animais.”

“Quer estejas numa nova casa em Marte ou ficares aqui na Terra, tornares-te vegan é a melhor forma de te certificares que poderás conseguir disfrutar do mundo à tua volta pelo maior tempo possível,” adicionou.

Musk admite que há perigos que precisam ser ultrapassados antes que o seu objetivo possa ser atingido. Com a exploração espacial vem a ameaça de radiação do espaço profundo, e isto precisa ser resolvido primeiro antes que humanos sejam enviados para Marte.

No entanto, diz, “com o meu trabalho, e muitos outros a trabalhar no sector privado, a missão está a cada vez mais perto da realidade”, disse Musk.

Artigo original: http://www.digitaljournal.com/article/340919

Tags:
No Comments

Post A Comment