22 Abr Guia Alimentar para Veganos

 Imagem

Por Virginia Messina (dietista, co-autora dos livros Vegan for Life, Vegan for Her, e Never Too Late to Go Vegan, entre outros)

Este guia alimentar, que é basicamente igual ao de Vegan for Life, é adaptado de um outro que desenvolvi com a Dra. Reed Mangels, dietista registada, e com Vesanto Melina, Mestre e dietista registada, quando fomos co-autoras da publicação Position on Vegetarian Diets, da American Dietetic Association, em 2003. No processo de revisão por pares, 22 profissionais de nutrição viram o guia, o que significa que ele foi sujeito a controlo por especialistas vegetarianos.

Não é a palavra final acerca da criação de uma dieta vegana saudável. Não existe nenhum guia alimentar que represente uma forma única ou óptima de garantir os requisitos de nutrientes. E não é necessário seguir estas directrizes com atenção meticulosa todos os dias. Não irá desmaiar e morrer se num dia só comer quatro porções de cereais! Eu sei que, na realidade, muito poucas pessoas seguem guias alimentares, mas este foi pensado para lhe dar algumas instruções gerais para um planeamento de dieta. Qualquer conjunto de orientações para veganos tem de oferecer informação específica sobre como garantir os requisitos de cálcio, vitaminas B12 e D, e iodo, pelo que me esforcei para, no mínimo, conseguir isso.


O guia não inclui coisas como biscoitos com pepitas de chocolate, batatas fritas e vinho. Isso não significa que não pode consumi-los. Estes artigos simplesmente não encaixam nos grupos alimentares que devem estar no centro da sua dieta. Da mesma forma, pode incluir ocasionalmente uma porção de cereais refinados. Eu prefiro massa branca a massa integral, por exemplo. É aceitável, desde que a maioria dos cereais na sua dieta sejam integrais.

Ao contrário de outros guias alimentares, este não contém nenhum “grupo do cálcio” oficial, ou “grupo das alternativas aos lacticínios”. Contudo, também não ignora simplesmente este nutriente. Pequenas quantidades de cálcio, provindas de uma variedade de alimentos de todos os grupos, contribuirão para uma ingestão adequada de cálcio. Quando fizer as suas escolhas a partir dos grupos de alimentos deste guia, inclua 6 a 8 porções dos alimentos que são ricos em cálcio. Estes estão localizados na terceira coluna do guia e cada um deles fornece cerca de 100 a 150 miligramas de cálcio por porção. Assim, se ingerir meia chávena de tofu coagulado com cálcio, isso contará como uma porção do grupo das Leguminosas, e contará também como uma porção para a sua dose de alimentos ricos em cálcio [Nota: o tofu pode ser coagulado com sulfato de cálcio, e nesse caso é uma excelente fonte de cálcio; em Portugal é mais comum o tofu ser coagulado com cloreto de magnésio, conhecido por nigari, em Japonês]. Note que, para o leite de soja, uma chávena equivale a uma porção do grupo de Leguminosas, mas conta como duas porções de cálcio.

Uma nota acerca dos leites: Muitas pessoas preferem leites de amêndoas, arroz, ou cânhamo ao leite de soja. Se estes leites forem enriquecidos, são uma óptima fonte de cálcio. O problema é que não são uma grande fonte de quase mais nada. Não encaixam bem no grupo das Leguminosas, porque oferecem uma quantidade mínima de proteínas. Isso não significa que não deve consumi-los. Lembre-se apenas de que é provável que vão substituir alimentos mais ricos em proteínas na sua refeição, pelo que terá de fazer os necessários ajustes.



Grupo alimentar



Alimentos neste grupo

Alimentos neste grupo que contam como alimentos rico em cálcio



Notas


Cereais e legumes ricos em amido

5 ou mais porções diárias
½ chávena de cereal cozinhado, arroz, massa, quinoa, ou outro cereal, ou batata, batata doce ou inhame; 30 gramas de cereal pronto-a-comer, 1 fatia de pão, 1 batata cozida pequena.

30 gramas de cereais enriquecidos em cálcio.

Escolha cereais integrais sempre que possível.

Leguminosas, Produtos de soja

3 ou mais porções diárias

½ chávena de feijões cozinhados, ½ chávena de tofu coagulado com cálcio, ½ chávena de tempeh, 30 gramas de “carne” vegetal [e.g. hambúrgueres e salsichas vegetarianas.], 1 chávena de leite de soja enriquecido.
½ chávena de leite de soja enriquecido, ½ chávena de tempeh, ½ chávena de tofu coagulado com cálcio (procure sulfato de cálcio na etiqueta), ¼ chávena de nozes de soja, ½ chávena de feijões de soja.

Frutos secos, sementes

1-2  porções diárias
¼ chávena de frutos secos, 2 colheres de sopa de sementes, 2 colheres de sopa de manteigas de frutos secos ou sementes.
¼ chávena de amêndoas, 2 colheres de sopa de manteiga de amêndoas ou tahini.



Legumes

4 ou mais porções diárias


½ chávena de vegetais cozinhados, 1 chávena de vegetais crus, ½ chávena de sumo de vegetais.

½ chávena de bok choy cozinhado ou 1 chávena de bok choy cru, brócolos, couve-galega, couve-chinesa, kale, mostarda-castanha, quiabos. ½ chávena de sumo de tomate ou vegetais enriquecido com cálcio.

Aponte para, pelo menos, 2 porções diárias de legumes com folhas – especialmente os ricos em cálcio.

Frutos

2 ou mais porções diárias
1 fruto médio fresco, ½ chávena de fruta cortada, ¼ chávena de fruta seca, ½ chávena de sumo de fruta.
¼ chávena de figos secos cortados, ½ chávena de sumo de fruta enriquecido em cálcio.

Gorduras

Garanta que assegura as necessidades em ácidos gordos ómega-3 essenciais (ver fontes, à direita). Para além disso, não há necessidade de gorduras adicionais na sua dieta, mas não há problema se consumir algumas porções diariamente.


1 colher de sopa de óleo vegetal, margarina vegana, ou maionese vegana.

Para atender às necessidades em ácido alfa-linoleico, inclua 3-4 porções diárias desta lista:

1 colher de chá de óleo de colza ou de noz, ou de sementes de linhaça trituradas; 2/3 de colher de chá de óleo de sementes de cânhamo; 1 noz; 1/4 de colher de chá de óleo de linhaça; 1/2 chávena de feijões de soja cozinhados;

1 chávena de tofu firme ou tempeh; 2 colheres de sopa de nozes de soja

O guia alimentar não garante que obterá quantidades suficientes de vitamina B12, iodo e vitamina D. Assim…

  • Assegure-se de que as suas escolhas alimentares incluem:
    • 2-3 porções diárias de alimentos enriquecidos com vitamina B12, OU
    • Um suplemento diário mastigável de B12 que contenha pelo menos 25 microgramas, OU
    • Um suplemento mastigável tomado duas vezes por semana que contenha 1000 microgramas.
  • Assegure-se de que está a consumir pelo menos 1000 IU (25 microgramas) diários de vitamina D através de suplementos ou alimentos enriquecidos, a não ser que esteja certo de que beneficia de exposição solar adequada.
  • Se não utiliza sal iodado – cerca de ¼ de colher de chá diário –, é boa ideia tomar um suplemento de iodo.
  • Poderá querer tomar um pequeno suplemento – 200 a 300 miligramas diários – de um suplemento vegano de ADH (ácido docosa-hexaenóico). Ainda não existem certezas sobre se isto é importante ou não.

Tradução: Ricardo Morais-Pequeno
Artigo traduzido com a permissão da autora.
Original: http://www.theveganrd.com/food-guide-for-vegans


Artigo relacionado: Dez dicas para se manter feliz e saudável com uma dieta vegana 

Por Virginia Messina (dietista, co-autora dos livros Vegan for Life, Vegan for Her e Never Too Late to Go Vegan, entre outros)
Ler aqui.
Sem comentários
  • victor
    Criado às 12:00h, 28 Maio Responder

    muito me tenho questionado com esta designação de vegano!!!! soa-me a estranho/estrangeiro…
    Já não se designa de vegetariano alguém que tem um regime alimentar vegetariano???
    grato pela vossa resposta!!!

    • Aline
      Criado às 12:00h, 30 Maio Responder

      vegetariano engloba todos os tipos de vegetarianismo: ovo-lacto, lacto, vegan, frugivorismo, crudivorismo.

      • pauls saraiva
        Criado às 12:00h, 29 Maio Responder

        Tem livro publicado para uma alimentação vegan equilibrada, com porções e alimentos? Qual o nome e autor?

      • Carlos
        Criado às 12:00h, 29 Maio Responder

        Vegetariano e uma dieta, Vegano e um estilo de vida onde não é a favor de exploração animal em qualquer forma, não usam peles, não vão a espectaculos onde são utilizados animais etc.. Não é apenas um regime de alimentacao..

  • João
    Criado às 12:00h, 24 Agosto Responder

    Qual o suplemento diário mastigável de B12 que recomendam e onde comprar?

Comenta

%d bloggers like this: