Palitana, na Índia, é a primeira “Cidade Vegetariana” do mundo

Partilha este artigo:

Palitana, em Gujarat, na Índia foi apelidada de primeira “Cidade Vegetariana” do mundo após o seu governo proibir o abate de animais em 2014.

A proibição seguiu-se aos protestos de cerca de 200 monges jaínistas que entraram em greve de fome para mostrar que preferiam a sua própria morte a permitir o massacre e consumo contínuo de animais.

Religião

Há cerca de quarto a cinco milhões de pessoas na Índia que seguem a religião jaínista e que se opõem directamente à crueldade contra os animais.

O jaínismo, tradicionalmente conhecido como Jain Dharma, acredita que animais e plantas, assim como seres humanos têm almas vivas. Portanto os jaínistas seguem uma dieta estritamente vegetariana.

“Cada uma dessas almas é considerada de igual valor e deve ser tratada com respeito e compaixão. A essência do jainismo é a preocupação pelo bem-estar de todos os seres vivos e pela saúde do próprio universo”, afirma o site da BBC.

O Direito à Vida

De acordo com a “Mercy for Animals”, Virat Sagar Maharaj, um praticante monge jaínista disse: “Todos neste mundo, sejam animais, seres humanos ou uma criatura muito pequena, receberam o direito de viver por Deus.”

Contudo, a cidade não é vegan, uma vez que o consumo de leite ainda é legal.

Artigo original:https://www.plantbasednews.org/post/palitana-worlds-first-vegetarian-city

Este artigo foi útil?

Considera fazer um donativo

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Com um donativo, estarás a ajudar-nos a a criar mais conteúdos como este e a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana.

Considera tornar-te sócio

Ao tornares-te sócio da AVP, estás a apoiar a nossa missão de criar um mundo melhor para todos enquanto usufruis de inúmeros benefícios!

Queres receber todas as novidades?

Subscreve a newsletter AVP

Mais artigos em

Mais artigos em

Mais lidos

Subscreve

a Newsletter

Não percas um grão do que se passa!