29 Abr 70% da população mundial está a abandonar o consumo de carne, de acordo com relatório

De acordo com um relatório da GlobalData, que trabalha com 4.000 das maiores empresas do mundo, 70% da população global está a modificar activamente as suas escolhas alimentares, transitando de uma dieta onde predomina a carne para uma dieta predominantemente de base vegetal.

Um artigo recente da Forbes revelou: “Cerca de 70% da população mundial está a reduzir o consumo de carne ou a deixar a carne totalmente fora da mesa”.

Um dos motivos apontados são os millennials, a geração que se crê que está por detrás desses hábitos de consumo em evolução. Fiona Dyer, Analista de Consumidores da GlobalData explica: “A mudança para uma alimentação baseada em vegetais está a ser impulsionada pelos millennials, que são mais propensos a considerar a fonte dos alimentos, questões de bem-estar animal e impactos ambientais ao tomar as suas decisões de compra.”

No entanto, a Forbes observa que o movimento “parece ser maior do que qualquer geração”.”Celebridades, atletas e até mesmo empresas inteiras, incluindo o Google e países como a China, estão a apoiar o movimento para comer mais plantas”, comenta a Forbes.Tem sido dito que nomes bem conhecidos estão a popularizar o veganismo, tornando-o cada vez mais visível enquanto corrente. As celebridades veganas Mya e Alicia Silverstone incentivaram os fãs a deixar de comer carne para a VegWeek, enquanto Zac Efron, que recentemente se tornou vegano, comentou que seguir uma dieta baseada em vegetais é “fantástico”.

A crescente popularidade do estilo de vida levou o veganismo a deixar de ser considerado “nicho”, passando a ser visto como “mainstream”. Além disso, parece que o movimento vegano veio para ficar. A Forbes destacou os dados de um relatório de previsão segundo o qual a ingestão de vegetais será “a tendência alimentar de 2018”.

Só nos Estados Unidos cresceu 600% em apenas três anos, enquanto o número de pessoas que se identificam como veganas no Reino Unido aumentou 700% nos últimos dois anos. Face a estas transformações nos hábitos do consumidor, a empresa de carnes Cargill disse: “Os consumidores estão a fazer escolhas para proteger o planeta e garantir o tratamento humano dos animais. Eles querem saber de onde vem a proteína que consumem e querem se sentir bem sobre o que comem. Isso inclui nutrição, bem-estar animal, segurança alimentar e a pegada ecológica”.

A Forbes acrescentou que os clientes estão a optar por regimes alimentares vegetarianos “a um ritmo alucinante”, e apontou que até mesmo o presidente do Hall of Fame da Indústria da Carne, Chuck Jolley, nomeou as carnes de origem vegetal como o quinto maior risco para a agricultura em 2018. A Forbes termina por dizer que a indústria de carnes irá precisar de se diversificar para acompanhar o mercado em mutação.

 

Fonte: https://www.livekindly.co/70-of-the-worlds-population-is-ditching-meat-says-new-report

Sem comentários

Comenta