A gigante de bens de consumo Unilever comprou a marca holandesa de carne vegetariana e vegan, O Talho Vegetariano. Este passo dará à marca acesso a uma rede de distribuição em 170 países

O The Guardian reporta que a Unilever comprou O Talho Vegetariano – que faz carnes à base de plantas como nuggets sem frango, hambúrgueres sem carne, e salsichas vegetarianas bratwurst – por um montante não revelado. Os seus produtos podem ser encontrados em 4000 lojas em 17 países, incluindo a Holanda, Reino Unido, França, Japão, Alemanha, Grécia, e, claro, Portugal.

De acordo com Nitin Paranjpe da Unilever, a “missão clara” do O Talho Vegetariano, bem como o crescimento do mercado de alternativas à carne, são parte do que levou à compra. Esta é também parte do esforço da Unilever de oferecer opções mais saudáveis, sustentáveis e à base de plantas. A empresa já conta com 700 produtos vegan e vegetarianos nas suas várias marcas, que incluem Ben&Jerry’s, Knorr, Hellman’s, Magnum, e Cornetto.

“A marca vai encaixar perfeitamente no nosso portefólio de “marcas com propósito” que têm um impacto social positivo e estão melhor posicionadas para ir de encontro às necessidades dos consumidores,” disse Paranjpe.

O Talho Vegetariano foi fundado em 2007 por um antigo criador de gado de nona geração, Jaap Korteweg, que mudou para uma dieta vegetariana depois de ver os efeitos da gripe suína e da doença das vacas loucas.

As opções sem carne da marca são favoritas de muitos por terem um sabor e textura realísticos – e Korteweg é dedicado à sua arte. Ele passou sete anos a desenvolver a receita para a salsicha fumada vegan – o produto com maior tempo de desenvolvimento na história da empresa -, que foi lançada em Agosto de 2018. Apesar da empresa ter feito tanto produtos de carne à base de plantas e carne vegetariana desde a sua criação, Korteweg revelou em Setembro que está a trabalhar no desenvolvimento de uma gama completamente vegan para 2019.

“Nós queremos conquistar o mundo. A nossa missão é fazer carne à base de plantas o novo padrão alimentar. Esta aquisição irá ajudar a acelerar a nossa missão,” disse Korteweg.

Korteweg acredita que estamos a viver numa altura onde há uma “grande transição de carne animal para vegetal.” De acordo com o relatório da Coherent Market Insights, espera-se que o mercado de carne vegan global ultrapasse os 6.5 biliões de dólares dentro dos próximos sete anos.

Não são só os vegan que estão a fazer crescer este mercado. Um inquérito no Reino Unido revelou que 52% dos britânicos estão a comer mais alimentos à base de plantas. Os Millennials e a Geração Z parecem ser motivados pela ética animal e preocupações ambientais enquanto que a maioria faz o esforço pela saúde.

Artigo original: https://www.livekindly.co/unilever-acquires-vegan-friendly-brand-the-vegetarian-butcher/