fbpx

Comida Vegetariana para Animais de Companhia: Sim, Não, Talvez?

Temos assistido a uma redução progressiva do consumo de produtos animais (ou até mesmo a eliminação completa deste consumo) nos últimos anos em todo o mundo. Este é um facto que nos dizem não só as estatísticas, mas que até nós próprios podemos comprovar à nossa volta, por exemplo, com o aumento visível da variedade de produtos vegetais nos supermercados. 

A procura crescente de alternativas vegetais revê-se também na alimentação dos nossos animais: cada vez mais as pessoas se preocupam também com os ingredientes das rações para os animais, e se estes ingredientes fazem parte da indústria que tentam evitar, e que também não são benéficos para a saúde dos animais.

Uma imagem com cão, mamífero, sentado, olharDescrição gerada automaticamente

Muito tem sido dito e questionado sobre este assunto polémico. Será que podemos alimentar os nossos animais com ração vegetariana? Os cães e gatos, por exemplo, não serão naturalmente carnívoros? Vamos por partes. 

Vale a pena ressaltar que neste caso iremos debruçar-nos mais no caso dos cães e gatos, até porque os restantes animais de companhia que normalmente temos – hamsters, coelhos, pássaros – já são naturalmente herbívoros.

Tenhamos em conta estes aspetos:

  1. Em relação à controversa questão dos cães e gatos serem carnívoros: efectivamente os gatos são carnívoros obrigatórios, ou seja, a sua saúde depende do consumo de carne, ao passo que no que toca aos cães existe maior incerteza, e são frequentemente qualificados como omnívoros. Mas vamos analisar o que significa ao certo uma “dieta natural” ou algo “natural”. Hoje em dia vacinamos os nossos animais, colocamos-lhe microchips, esterilizamo-los, esfregamos-lhe o remédio para acabar com as pulgas… nada disto é natural, pelo que talvez uma ração vegetariana para cães não seja muito diferente. Verdade seja dita, nenhuma destas coisas é simplesmente encontrada na natureza. 

Vejamos também que rações com carne e/ou peixe disponíveis no mercado são quase sempre compostas maioritariamente de carne bovina ou suína. Estes são animais de grande porte que, mesmo que os cães e gatos vivessem na rua, não conseguiriam matar. Por este motivo, a ração omnívora também não pode ser considerada parte de uma alimentação natural. 

Portanto, o facto de os cães e gatos serem ou não naturalmente omnívoros não parece ser relevante, pois de facto connosco eles já não vivem naturalmente de qualquer das maneiras – para o seu próprio bem-estar.

  1. Os cães e os gatos (e todos os animais na verdade) são como nós neste ponto: para se manterem saudáveis, eles precisam de obter certos nutrientes, e não de comer certos animais específicos ou de necessariamente consumir proteína de origem animal. Ou seja, não importa tanto qual é o tipo de comida que eles ingerem, desde que consigam obter todos os nutrientes necessários. E é possível obterem todos estes nutrientes que precisam com uma alimentação alternativa, que não inclui produtos de origem animal, desde que, como veremos à frente, as rações contenham algum tipo de suplementação. 

Os Nutrientes mais Importantes a considerar

Vejamos quais os nutrientes-chave a que precisamos de prestar atenção, ao alimentarmos os nossos patudos:

  • A taurina é muito importante para tanto cães como gatos – no caso dos gatos reveste-se mesmo de uma importância especial, sendo que a falta desta pode até levar à cegueira.
  • A L-carnitina é um aminoácido muito importante para os cães, e deve ser necessariamente contemplado na sua alimentação; se optar-se por rações vegetarianas para cães, é imprescindível que contenha este nutriente.

Mas a lista não fica por aqui, e por isso compilamos abaixo uma tabela de alguns dos nutrientes essenciais na alimentação de cães e gatos, e que não estão tão disponíveis numa alimentação 100% vegetal, e que por isso requerem suplementação, sendo que a solução poderá passar por a compra de um produto comercializado que já cumpra com os requisitos:

NutrienteCãesGatos
TaurinaXX
L-carnitinaX
Vitaminas AX
Vitamina B12XX
Metionina e CistinaX
Arginina e LisinaX
Ácido AraquidónicoX

Desmontar alguns mitos sobre alimentação vegetariana para animais

Vejamos ainda algumas das dúvidas mais comuns que costumam surgir à volta deste tema:

Será que é errado impôr aos nossos animais os nossos estilos de vida?

Ser vegan, vegetariano ou seguir qualquer outro regime alimentar é uma escolha que parte de cada pessoa. Desta forma, alimentar ou não os animais de estimação da mesma forma também é uma escolha pessoal. 

Ora, alimentar os animais de companhia com outros animais também é impor-lhes a nossa maneira de viver. Somos nós quem, nas prateleiras dos supermercados, escolhe o que eles vão comer. Desde que asseguremos que a alimentação dos animais é equilibrada e contempla todos os nutrientes fundamentais (que verificamos acima), esta pode ser 100% de origem vegetal.

Ao alimentar o meu animal de maneira vegetariana, estou a querer dizer que todos os animais predadores devem ser também vegetarianos?

Não. O comportamento dos animais que vivem na natureza nada tem a ver connosco, e portanto não nos cabe a nós culpá-los ou julgá-los pelo seu comportamento.  Por outro lado, quando nos dirigimos às prateleiras do supermercado e fazemos a nossa escolha pela sua ração de origem animal, claro está, somos nós quem está a fazer a escolha por produtos que implicaram sofrimento animal – sabendo já, com este artigo, que não o temos que fazer. 

Alimentar o meu animal de forma não vegetariana quer dizer que eu dou mais importância a este animal de companhia do que aos outros?

Não. Sentir empatia por algo não significa que não sintamos por mais nada, ou que demos mais importância a isso. Nem todas as possibilidades têm a facilidade ou possibilidade de alimentar os seus animais com rações ou comida vegetariana, por uma variedade de razões, e não devem ser julgadas por isso.

E que boas razões existem para optar pela ração vegetariana?

 Todos os animais são seres sencientes, que experienciam emoções e sensações – e também sentem o sofrimento que lhes é infligido. 

Então, sabendo nós que é possível o nosso patudo ser saudável sem outros animais terem que sofrer e morrer para a sua alimentação, ou apoiar uma indústria que devasta os ecossistemas, esta é uma opção legítima e bem fundamentada. 

Para além disso, frequentemente as rações convencionais para animais deixam muito a desejar no aspecto das suas origens (subprodutos animais) e do efeito na saúde, pelo que a aposta numa alimentação 100% vegetal poderá ser benéfica para o animal.

Onde podes encontrar rações vegetarianas?

Deixamos ainda a sugestão de algumas marcas que disponibilizam comida 100% vegetariana para animais: 

A autora escreve segundo a antiga ortografia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Este artigo foi útil?

Considera fazer um pequeno donativo!

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Ao fazeres um donativo, estarás a ajudar-nos a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana. Muito obrigado!       

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Subscreve

a Newsletter

Não percas um grão do que se passa!