Antigos produtores de laticínios deixam de matar vacas e passam a produzir bebida de aveia

Antigos produtores de laticínios deixam de matar vacas e passam a produzir bebida de aveia

A empresa agrícola Bradley Nook Farm costumava produzir laticínios, passando depois a produzir carne de vaca biológica. No entanto, o dono Jay Wilde deixou de conseguir ser o responsável pelo abate de vacas.

Dois antigos produtores de laticínios que deixaram de ser capazes de mandar animais para o abate lançaram agora bebida de aveia, disponível em garrafas de vidro reutilizáveis, segundo o Plant Based News.

wildes refarmed bradley nook farms 450x300 2

Jay e Katja Wilde da Bradley Nook Farm em Ashbourne, na Inglaterra, trabalharam com a organização Refarm’d para transformar o seu negócio de produção de animais para um negócio vegan. A quinta é a primeira parceira da Refarm’d no Reino Unido a lançar a sua bebida de aveia. 

A bebida de aveia está agora disponível para subscritores em locais de colheita nas Midlands (ou Terras Médias, região central da Inglaterra). O programa está de momento limitado a 100 subscritores.

Antigos Produtores de Laticínios

Jay Wilde herdou a quinta em 2011. Originalmente, produzia laticínios, mas em 1997 começou a produzir carne de vaca biológica. No entanto, Wilde não conseguia viver com a culpa que sentia ao mandar animais para a sua morte, tendo em 2017 decidido parar de o fazer. 

“A dada altura, eu não conseguia parar de ver os animais como indivíduos”, disse Wilde, acrescentando: “Eu simplesmente não conseguia mais mandá-los para morrer no matadouro”.

Bradley Nook Farm

Os proprietários, Jay e Katja Wilde, enviaram a manada para o Santuário de Animais Hillside, em Norfolk, com a ajuda da The Vegan Society e a rede sediada em Manchester Vegan Organic Network, o que deu origem ao documentário “73 Cows” (73 vacas), vencedor de um prémio BAFTA.

A seguir, começaram a pensar em métodos alternativos de ganharem a vida.

A dada altura, eles foram abordados por Geraldine Starke, fundador da Refarm’d – uma startup que auxilia produtores de laticínios na sua transição para a produção de bebidas vegetais, usando apenas ingredientes biológicos e locais. Foi formada uma parceria e hoje em dia os Wild produzem bebida de aveia.

OatMilk Refarmd BradleyNookFarm 6 1

‘Os laticínios a decair’

 “A indústria de laticínios está com dificuldades. Acredito que para ajudarmos os produtores, precisamos de trabalhar com eles e ajudá-los a sair deste sistema. É isso que tentamos fazer na Refarm’d” disse Starkein à Plant Based News.

“O nosso modelo está concebido de forma a que os produtores mantenham a sua identidade, a sua dignidade, a sua quinta, e os seus animais, enquanto são autosuficientes. Nós queremos mostrar como o futuro da pecuária pode ser”.

A organização acrescenta que a mudança dos Wild “surgiu num momento apropriado”. As vendas de bebidas vegetais no Reino Unido “subiram 28.3% no ano passado e 32% dos lares britânicos compram atualmente bebidas vegetais, de acordo com a Specialty Food Magazine”.

Fonte: PlantBased News

Tradução por Ana Lúcia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Este artigo foi útil?

Considera fazer um pequeno donativo!

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Ao fazeres um donativo, estarás a ajudar-nos a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana. Muito obrigado!       

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Subscreve

a Newsletter

Não percas um grão do que se passa!