70% da população mundial está a abandonar o consumo de carne, de acordo com relatório.

Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin
Compartilhar em whatsapp

De acordo com um relatório da GlobalData, que trabalha com 4.000 das maiores empresas do mundo, 70% da população global está a modificar activamente as suas escolhas alimentares, transitando de uma dieta onde predomina a carne para uma dieta predominantemente de base vegetal.

Um artigo recente da Forbes revelou: “Cerca de 70% da população mundial está a reduzir o consumo de carne ou a deixar a carne totalmente fora da mesa”.

Um dos motivos apontados são os millennials, a geração que se crê que está por detrás desses hábitos de consumo em evolução. Fiona Dyer, Analista de Consumidores da GlobalData explica: “A mudança para uma alimentação baseada em vegetais está a ser impulsionada pelos millennials, que são mais propensos a considerar a fonte dos alimentos, questões de bem-estar animal e impactos ambientais ao tomar as suas decisões de compra.”

beyond meat burger 2 e1523435301604

No entanto, a Forbes observa que o movimento “parece ser maior do que qualquer geração”.”Celebridades, atletas e até mesmo empresas inteiras, incluindo o Google e países como a China, estão a apoiar o movimento para comer mais plantas”, comenta a Forbes.Tem sido dito que nomes bem conhecidos estão a popularizar o veganismo, tornando-o cada vez mais visível enquanto corrente. As celebridades veganas Mya e Alicia Silverstone incentivaram os fãs a deixar de comer carne para a VegWeek, enquanto Zac Efron, que recentemente se tornou vegano, comentou que seguir uma dieta baseada em vegetais é “fantástico”.

A crescente popularidade do estilo de vida levou o veganismo a deixar de ser considerado “nicho”, passando a ser visto como “mainstream”. Além disso, parece que o movimento vegano veio para ficar. A Forbes destacou os dados de um relatório de previsão segundo o qual a ingestão de vegetais será “a tendência alimentar de 2018”.

meat breakfast

Só nos Estados Unidos cresceu 600% em apenas três anos, enquanto o número de pessoas que se identificam como veganas no Reino Unido aumentou 700% nos últimos dois anos. Face a estas transformações nos hábitos do consumidor, a empresa de carnes Cargill disse: “Os consumidores estão a fazer escolhas para proteger o planeta e garantir o tratamento humano dos animais. Eles querem saber de onde vem a proteína que consumem e querem se sentir bem sobre o que comem. Isso inclui nutrição, bem-estar animal, segurança alimentar e a pegada ecológica”.

Ler mais
11 Bovinos salvos do matadouro em Portugal: vê como podes apoiar!

A Forbes acrescentou que os clientes estão a optar por regimes alimentares vegetarianos “a um ritmo alucinante”, e apontou que até mesmo o presidente do Hall of Fame da Indústria da Carne, Chuck Jolley, nomeou as carnes de origem vegetal como o quinto maior risco para a agricultura em 2018. A Forbes termina por dizer que a indústria de carnes irá precisar de se diversificar para acompanhar o mercado em mutação.

Fonte: https://www.livekindly.co/70-of-the-worlds-population-is-ditching-meat-says-new-report

Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin
Compartilhar em whatsapp

Este artigo foi útil?

Considera fazer um pequeno donativo!

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Ao fazeres um donativo, estarás a ajudar-nos a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana. Muito obrigado!       

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Subscreve a Newsletter!

Subscreve

a Newsletter

Não percas um grão do que se passa!