fbpx

Estima-se que o mercado do couro vegan valha 85 mil milhões de dólares em 2025.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

De acordo com um relatório da consultora de negócios Grand View Research (GVR), calcula-se que o Mercado do couro vegan valha 85 mil milhões de dólares em todos o mundo até 2025.

A procura por couro livre de crueldade animal tem aumentado exponencialmente e as empresas de calçado, mobiliário e até de automóveis estão desejosas por acompanhar esta tendência.

Grandes empresas como a Tesla ou a Ferrari estão a desenvolver interiores de automóveis vegan-friendly e empresas startup como a Piñatex estão a criar substitutos inovadores para o couro, feitos a partir de materiais à base de plantas como a fibra de folhas de ananás.

De acordo com o relatório da GVR, espera-se que a China, Brasil, Malásia, Tailândia e Vietnam desempenhem um papel importante no futuro deste Mercado.

As opções ao couro vegan já foram, outrora,  consideradas como sendo de baixa qualidade e muito frágeis, mas agora os inovadores dispõem de tecnologia desenvolvida para criar alternativas de alta qualidade e duradouras que são muitas vezes preferidas aos produtos de origem animal.

De acordo com a PETA os animais da indústria do couro enfrentam condições de confinamento extremo, castração não anestesiada, corte de caudas e de cornos. Muitos animais, incluindo vacas, ovelhas, cabras, porcos, crocodilos, cobras e cangurus, são criados ou caçados especificamente por causa das suas peles.

PORQUE É ERRADO USAR COURO?

A crescente consciencialização dos consumidores relativamente às condições que a indústria do couro oferece aos animais é um factor que tem vindo a impulsionar o crescimento do Mercado do couro vegan, diz a GVR.

De acordo com a PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) os animais da indústria do couro enfrentam condições de confinamento extremo, castração não anestesiada, corte de caudas e de cornos. Muitos animais, incluindo vacas, ovelhas, cabras, porcos, crocodilos, cobras e cangurus, são criados ou caçados especificamente por causa das suas peles.

O couro de origem animal também afecta o planeta. O jornal The Huffington Post explica que “os produtos químicos altamente tóxicos” são utilizados para impedir que os cadáveres das vacas se decomponham, “transformando-os em algo  que desafia a natureza: num cadáver de um animal que nunca irá decompor-se.”

Estes produtos químicos são “horríveis” para o meio ambiente, para os trabalhadores da indústria e para os que vivem nas proximidades dos curtumes. O jornal destaca também uma declaração do Centro de Assistência Jurídica da China às vitimas da poluição, referindo-se a um rio existente nas proximidades de uma fábrica de curtumes: “Há alguns anos os moradores podiam nadir no rio. Agora eles ficam com bolhas nas mãos e nos pés por tocar na água.(…) Quando estamos perto do rio, podemos sentir o cheiro da carne podre porque a fábrica descarrega os seus desperdícios de carne e pele de animais, sem nenhum tipo de tratamento, no rio.”, diz o comunicado.

os produtos químicos altamente tóxicos são utilizados para impedir que os cadáveres das vacas se decomponham, transformando-os em algo que desafia a natureza: num cadáver de um animal que nunca irá decompor-se.

COURO VEGAN

O relatório da GVR afirma que o couro vegan está cada vez mais idêntico ao original. As alternativas livres de crueldade começam a substituir a “bom passo” os produtos de origem animal na produção de malas, maletas, interiores automóveis, mobiliário e vestuário.

Sapatos feitos a partir de couro vegan – como os da Marks & Spencer, Linda McCartney e Native Shoes – dominam o mercado da moda livre de crueldade, representando 73% das compras.

Em Junho foi relatado que a procura por materiais sustentáveis e livres de crueldade está a fazer com que a insdústria do couro esteja a passar por uma das maiores quebras dos últimos tempos.

Artigo original: https://www.livekindly.co/vegan-leather-market-set-worth-85-billion-2025/

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Este artigo foi útil?

Considera fazer um pequeno donativo!

A AVP é uma organização sem fins lucrativos. Ao fazeres um donativo, estarás a ajudar-nos a desenvolver o nosso trabalho em prol dos animais, da sustentabilidade e da saúde humana. Muito obrigado!       

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreve a Newsletter!