19 Mar O número de veganos aumentou 600% em 3 anos nos EUA

Um artigo recente da Food Revolution revela que o número de veganos nos EUA aumentou em 600% nos últimos três anos.

Em 2014, apenas 1% dos americanos se identificavam como veganos. No entanto, dados de 2017 mostram que 6% dos americanos identificam-se agora como veganos.

O aumento parece estar reflectido também no mercado. Dados estatísticos recentes revelam que as vendas de leite vegetal aumentaram 61% desde 2012, enquanto que as vendas do leite convencional sofreram um declínio.

Além disto, uma quantidade crescente de americanos, cerca de 50%, agora apoia a proibição de matadouros e outros 70% admitiram que se sentem incomodados com a maneira como os animais são mortos para o consumo.

Em todo o mundo

Números similares foram observados noutras partes do mundo.

A Vegan Society mostrou um aumento de 360% no número de veganos na Grã Bretanha na última década. Dados recentes mostram que atualmente 8% das pessoas no Reino Unido são veganas.

Em Portugal, o número de vegetarianos ascendeu a 120% na última década também, o que representa um aumento de 400%. O número de veganos deve rondar os 60.000 actualmente.

Da mesma forma, o mercado de produtos veganos na China deve aumentar 17% até 2020, indicando que o estilo de vida está a tornar-se cada vez mais prevalente.

Devido ao aumento na preocupação com a saúde, com o meio-ambiente e com os direitos animais, especialistas sugerem que o número de consumidores veganos continuará a aumentar.

Impacto no mercado

Os alimentos baseados em plantas têm tido uma previsão de crescimento enorme nos próximos anos, prevendo-se que o mercado de alternativas à carne atingirá 5.2 milhares de milhões de euros em 2020, e o setor das bebidas vegetais atingirá 16 biliões em 2018.

 

Sem comentários

Comenta

%d bloggers like this: